16 de jun de 2005

Confissões de uma biba

Repare bem nos gays: Eles se subdividem em castas assim como os Hindus. Os párias seriam as pobres bibas pobres. Sim moçadinha "exxxperta", as bichas pobres são párias. Aí as meninas me gritam: "Como assim? Ai meus sais? Menina sua looookkaaa!!!!!!!!!!!! Você é maldosa, imoral! Ui!"

Calma biboca, abaixa essas penas!

As bichinhas pobres são aquelas que moram na casa da vovó no subúrbio de uma cidadezinha do interior. O símbolo sexual das bichinhas pobres são os cantores sertanejos. As bichinhas pobres querem ser finas, porque todo gay nasceu pra ser GLAM nessa vida. É uma missão divina. A velha máxima "Bicha não morre minha filha, vira porpurina" não "aflorou" à toa.
Mas as bichas "mudérnas" trocariam essa porpurina por "glitter". Tem um amigo meu que fala BROCAL. Porra meu, brocal? Cadê a classe! Parece pedreirão falando "brocal". Bom colocando os brilhos de lado voltemos à bicha pobre em sua casinha, lá em Figueiras do Oeste MG. A bichinha pobre tem um poster do Daniel no quarto.

A bichinha pobre tem uma calça de Brim vermelha justinha, que ela usa com um sapato preto meio "brilhoso". A Bichinha adora Twister também. E arrepia o cabelo com gel brilho molhado. A bichinha sonha com a capital.

Quando a bicha pobre entra em contato com as bichas finas da capital, fica triste. Ela é absolutamente rejeitada. Ela vê que precisa falar palavras difíceis pra fazer sucesso. Aí ela aprende 3 palavras: "Retrógrado", "Depravado" e "Versace". E considera-se pronta pra "esse mundão de Deuzi".

Conheci uma bichinha pobre que sonhava em ser maquiador "das estrelas". Não sei onde ela se "meteu", mas espero que ela tenha se "introduzido" finalmente no habitat das bichas finas. Ah, quando ela veio pra minha cidade, se apaixonou perdidamente por um gayzão finérrimo, maravilhoso culto e cheiroso. O sonho das bibas, depois de um Gogo-Boy vestido de cowboy. Ele até que tentou ficar com a bicha pobre, mas a "incompatibilidade" de idéias não levou o relacionamento pra frente. Ele gostava de Axé e o outro ouvia Billie Holiday. Não dáva. Ou "dava" de um lado não dava? Enfim.

Uma coisa que eu me mato de dar risada quando vejo: Homens hetero (é meiiiiizzmo?) homofóbicos adooooooooram quando as bibas olham pra eles. Acho um sarro. Eles disfarçam mas fazem questão de dizer "porra aquela bicha tá me olhando" ou de dizer que um gay veio paquerá-lo, jogar indiretas essas coisinhas. E os HETEROZÃO ficam todos atiçados, aparentemente nervosos, mas no fundinho sentem uma alegria em ver um homem checando suas "bagagens".

Eu acho que as bichas se divertem. Fazem isso de propósito. É pra tirar sarro desses héteros homofóbicos tão sem graça. Nhéeee!