28 de nov de 2008

Que diabos?

Coisas aleatórias que me irritam por motivos aleatórios:


Todo mundo dizia "você tem que assistir esse filme é uma graça" Eu não sou muito da graça nem me identifico com mulheres mimimimimi. Quando tento ser mimimimimi (porque a delicadeza é importante) dá tudo errado e eu acabo acendendo um cigarro e abrindo uma cerveja. Não, não arroto depois se é isso que está pensando. Eu vi o filme. E só de olhar pra essa foto tenho vontade de bater essa colher na testa da Amelie. TOMA! PAF!


Ricota é um queijo irritante. Primeiro porque não tem gosto de nada, segundo porque não derrete. Aí dizem "temperadinha com azeite, sal e ervas fica uma delícia no pão". Peraí, pra que temperar uma esponja de leite insossa e colocar no pão? Pra dar volume? Tempera o pão e come. Toda vez que pego sem querer alguma coisa recheada com ricota no buffet dos quilos da vida tenho vontade de jogar na parede pra ver se serve como massa corrida.

Tererê. O nome em si já me irrita por parecer um chamado de pessoas que usam abadá. Na adolescência eu ia à praia com as amigas e todas faziam seus tererês coloridos, Na escola, assim que começavam as aulas, todas meninas com esses negócios no cabelo. É um fiozinho colorido no meio do cabelo, mas eu não entendo a função já que ninguém presta atenção nessa porcaria. E digo mais, ao lavar o cabelo esse troço demora pra secar e fica fedendo. Uma amiga minha encheu a cabeça de tererês uma vez e toda vez que eu olhava pra ela sentia vontade de comprar um maçarico. Sim, a cabeça dela exalava cheiro de pano de chão.

Assim, a explicação é meio estranha. Eu sou baixa, não baixinha, mas baixa. Minha cabeça (ou nariz) geralmente fica na linha da axila masculina. Se o sujeito estiver de camiseta, okay sem problemas. O complexo é regata/ou sem camisa. Fode tudo. Vem aquele amigo abraçar e a primeira coisa que vem em minha direção é um sovaco cabeludo voando a esmo. Na minha cara, Sovaco na minha cara. Gente, não é nada legal. Aliás, homem usar regata já é um nojinho. Essa regra do sovaco não se aplica quando o homem em questão é meu homem.

Ocupa muito espaço no universo da inutilidade. Serve pra completar moedas de 25 e fazer 30. Uma moeda de 5 não causa nada. Ninguém quer juntar essas porcarias pra formar um real. Sendo assim, o sujeito que me vende cigarro na banca aqui embaixo me entope de moedas de cinco centavos. Eu volto no dia seguinte com 600 moedas de cinco centavos e faço ele contar até dar o valor do Marlboro. É um ciclo de vingança sem fim.