7 de ago de 2004

Black Rain

Quem mora em cidades repletas de plantações de cana até imagina sobre o que eu vou falar. Mas quem não conhece pode até ficar com medo.
Você está sentado no boteco. Olha para o seu amigo. Ele tem uma coisa preta colada na testa. Olhe para a mesa. Fiabos pretos caem para os lados. Seu copo está cheio deles. Sua roupa. Sua porção de pastel. Sua boca, seu cabelo.
Isso se chama fuligem. Aqui em minha cidade essa época do ano é a festa da chuva preta. Nem vale a pena lavar o carro. Por onde você passar a mão, uma camada gordurenta e preta sairá. É uma maldição.

Outra maldição aqui se chama "garapão". É um cheiro nojento que paira pelo ar, azedo e nauseante. Isso na cidade toda.
Além do que, a visão do horizonte de qualquer janela nessa cidade é para o mar de cana. Não tem árvores ao longe. Só cana.
Fuligem, garapão...é a cana.

Essa cidade não é bonita. Não tenho prazer em andar aqui. Mas dizem que é a cidade das praças. Isso é. Tem praça/matagal em todas esquinas.

Até mais