14 de fev de 2007

Eu vou chamar o síndico

Todo os dias meu vizinho do andar de cima tem surtos escandalosos. Briga com a namorada, que eu sei (devido aos berros) que se chama Karina e é ciumenta. Ele grita ferozmente, repito, TODOS OS DIAS, que ela está acabando com a vida dele. Eu não ouço a voz dela retrucar, geralmente, então presumo que ele berra ao telefone. E faz isso alto o suficiente para que todo o prédio ouça como a mulher faz dele um miserável.

Sabe, eu não vejo a hora de tomar coragem e gritar "ô amigo, chuta logo essa vagabunda e pare de escândalo". Ontem a namorada estava no apartamento dele. Como eu sei? Oras, eram mais de meia noite quando ouvi alguém bater no chão sem parar, como se estivesse correndo, ou dançando lambada ou simplesmente tendo um ataque epiléptico. Pensei "puta, o cara tá matando a mulher com uma marreta! Bom, bem-feito, pelo menos essa merda de baixaria acaba". Mas não. A mulher berrava e se debatia no chão, enquanto desferia, com voz de choro "diz que me ama, diz que me ama". Ridículo né minha zenti?

Ele quer que todo mundo saiba que a vida dele é uma merda? Que a voz dele é parecida com a de um locutor de rádio de Sapopemba que bebeu muita pinga? Que o prédio note que o vocabulário dele para gritar com a namorada é composto de 5 palavras que se intercalam, como "sucessivamente", "acabar", "vida", "insuportável", "acusações" e "chega"? Na boa, é tão vulgar e medíocre que dá vontade de subir lá e falar "amigo, olha, pega esse livro do Willian Blake e aprenda a falar mal da sua vida e miséria humana com um pouco mais de classe, pelo menos eu ficaria entretida"

Se isso continuar, vou tocar a campainha dele, de pijamas, com minha cachorrinha no colo e dizer "Quando é que você vai tomar vergonha na cara e parar com essa novelinha de quinta hein? Tô afim de sentar no meu sofá, tomar a minha cerveja e esquecer do mundo. Com você gritando feito porco no abate, tá um tanto quanto difícil".

Também admito que tenho o desejo contido de ver o corpo do imbecil voando pela janela.Tipo, ele se matou de desgosto porque a Karina o levou a isso. Uma panaca desse precisa se jogar para um vôo com direção ao limbo, urgente.

Homem quando quer, meu bem, é pior que mulher pra dar baixaria.