1 de ago de 2007

Vermelho vermelhou no vermelhau

Quando vejo um ser usando a famigerada camiseta do Che Guevara tenho vontade de aplicar-lhe algum golpe de Krav Magá (arte marcial israelense e a mais eficiente e mortal do mundo). Juro, seja homem, mulher, criança (sou cruel como o diabo...). Outro dia vi um bebê que mal andava usando a maldita camiseta do barbudo idiota. Tinham que pegar a mãe dessa criança e dar uma surra de pau mole.

Mas, o mundo é cheio de cretinos, quem sou eu para sair dando sopapos por aí? Sou apenas uma menina de "crasse média" que admira os ideais libertários ( e libertinos?) , enfim.

Indo mais além na rápida discussão aqui, eu adoro, não, adorar é pouco, EU AMO quem tem capacidade de tirar sarro de si mesmo. E eu também tenho carinho especial por russos. Esse povo breaco passou poucas e boas na história e continua sendo foda em muitas coisas. Principalmente em fazer piada com a merda que passaram por lá durante o regime socialista.


Olha só que belo anúncio com o "tripé" da vermelhidão USSR sendo zoado em um anúncio na República Tcheca:

"Os três mentirosos (Lenin, Marx e Engels) - Vistoria de Segurança - E embaixo: Não nos causarão mais problemas"


Ei, vocês prestaram atenção nos atletas cubanos desesperados para não voltarem pro país deles depois do Pan? Os caras queriam fugir pra sempre e ficar aqui no Brasil. Deu dó.

Agora: eu não tenho dó desses hippies idiotas que vão pra Cuba e admiram a merda do Fidel Castro. Esses baguás deviam ir morar lá e ver a delícia que é a verdadeira faceta da cuba de Castro. Com um charuto enfiado no meio do traseiro.