14 de dez de 2007

Are you happy now?

"A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (13), o projeto de lei de autoria do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) que trata da promoção, proteção e defesa da língua portuguesa".

Se você não sabe, a nova lei aprovada, de autoria do senhor Aldo Rabelo, irá multar empresas e instituições que utilizarem "estrangeirismos" na linguagem. O típico "fast-food" e "self-service" agora serão obrigados a ter denominações em português. "Comida rápida" e "você se serve", quem sabe.

A verdade é que a nova lei quer mandar nas pessoas e não prestar um serviço a elas. O senhor Rabelo acha que tolher a individualidade e a liberdade de cidadãos é uma maneira de ajudá-los. Transformar uma opinião pessoal e infundada em lei oficial prejudica muito mais o cidadão do que se imagina.

Promover a língua portuguesa é uma coisa.

Agora proteger é que são elas. É como se nenhuma língua se desenvolvesse utilizando estrangeirismos. Não há nada de errado em incorporar palavras estrangeiras em nosso vocabulário. Estamos em um mundo tecnológico e extremamente comunicativo. Se uma pessoa acha errado usar termos em outras línguas, problema dela, é só não usar. Agora impor uma lei que dá o direito de impedir isso é uma conduta completamente inaceitável. Totalitarista.

Por isso eu quero dizer:

Senhor Aldo Rabelo: Eu aposto que o senhor deve ter um asshole extremamente fucked up. Agora seria o momento ideal para o senhor go buy a fucking giant dildo e stuck it up your ass. Dentro deste seu cérebro há um monte de fresh shit quentinha . Eu seria capaz de dizer que toda vez que o senhor pensa, está na verdade taking a dump. Talvez seu dick seja um pouco desavantajado, o que justifica suas atitudes. Não anda fucking pussies ultimamente? Tá all soft and saggy? Tudo o que eu quero é see you shoving your stupid law up into your butthole. Você é motherfucking dumb and a stinky politician. Now kiss my ass and go to hell.

Para sempre.

Agora vale lembrar ao deputado Rabelo que a lei deve valer para TODAS as línguas estrangeiras. Mas algo me diz que o medo do "imperialismo demoníaco" vai vetar somente termos em inglês. Just a hint.