27 de nov de 2008

Paranóia de bebado

Ontem eu estava com o Veio bebendo 12 garrafas de cerveja e em determinada hora da noite tinha um casal sentado na minha frente comendo batata frita. Eu não sei qual é o meu problema, mas o jeito que a mulher entupia as batatas de ketchup me irritava profundamente. Tive que me segurar pra não levantar e dizer:

- Porque você não pega o pote de ketchup e vira na boca de uma vez? Pra quê as batatas no meio? Pra se sentir "normal"? Pra obedecer as convenções da sociedade? Engole logo esse ketchup Etti e pare de ser hipócrita!

Ao fundo tocava um DVD de pagode. Eu sempre perco o controle quando me forçam a ouvir Nando Reis cantando pagode.

Aliás acho que fui induzida a sentir desejos assassinos quando ouço a voz dele. Saca aquela história do cara programado para matar ao ouvir determinada frase? Quando Nando faz um "elaiá" juro que eu procuro uma arma na bolsa, instintivamente.