5 de fev de 2004







"Inside the game"

Eh foda...devo admitir que é bem foda...trabalhar na empresa de sua própria mãe é complicado. Não que as pessoas me tratem mal ali...é que....bom... como explicar...
Você é um funcionário, mas não é um funcionário comum. E ninguém te olha como um reles parceiro de trabalho. Eles não puxam meu saco, mas eu fico deslocada, porque: TODO MUNDO, NO PLANETA INTEIRO QUER RECLAMAR DO CHEFE E MEU CHEFE É MINHA MÃE................... viu como é foda? Então as pessoas não comentam nada perto de mim...cochicham baixinho, mudam de assunto quando eu apareço...


Eu tento me esforçar, mas sinto timidez...
O engraçado é que as pessoas falam:
- Ou fala pra sua mãe me comprar uma cadeira nova...
- Precisa falar pra sua mãe ver isso aqui...
- Eu já perguntei pra sua mãe...você falou com ela?

Que PORRA! PORRA!!!

Ela não é minha mãe lá dentro! Eu repito isso pra mim mesma over and over again...
Até que minha própria genitora solta a frase:
- Ô filha vem cá...

PORRAS!!! Então eu sou um exemplo...então tá...eu nunca posso chegar atrasada...eu nunca posso sair mais cedo...eu nunca posso errar...não porque ela me manda, mas por que se eu fizer isso...ela me corrige na frente de todos!!! Oh, a humilhação! É FODA!

Tô tentando me virar...mas não sei se dou conta...quero fazer o melhor de mim...já que aquilo um dia será meu! (será?)

By the record: meu salário é normal, não ganho nada a mais...imagine só...

E carregar o fardo de ser filha de quem eu sou...meus pais são famosos no meio em que trabalham. OS DOIS! Piora toda a situação, expectativas em cima de mim...

MUDANDO DE ASSUNTO:
Sábado é a festa de formatura da minha sala. Eu não vou como formanda. Vou como convidada...tive que comprar convite e tudo...porquê? Porque eu me nego a pagar mó grana pra colocar um monte de gente em uma mesa, ouvir uma banda bizarra, dançar valsa, jantar comida de buffet e ainda ser obrigada a beber vinho Liebrefalmlixo!
Já que é só pra marcar uma presença básica...eu apareço, e boa.
Se meus amigos vierem me cobrar porquê eu não os convidei: Caras, realmente, não valeria a pena...e eu não tenho grana pra sustentar as baladas de vocês!!

Vou me indo...
Até mais!