7 de jul de 2004

Meu namorado é metrosexual

Sim. Ele é. Nada contra, mas é preciso se acostumar com esse tipo de coisa.

Ele não tira a sombrancelha nem nada, mas curte cremes e shampoos especiais. Demora muito mais do que eu para arrumar o cabelo. Compra mais roupas também. Antigamente depilava-se com cera quente, mas acho que desencanou.

Conviver com a vaidade masculina ás vezes inverte os papés:
-ô baby...você não vai falar nada da minha roupa? Nem um elogio? Você nem percebeu que eu aparei a costeleta. Ingrata!

Ou é capaz de discorrer minutos no telefone descrevendo a jaqueta que viu em uma loja. Enfim, repito que não tenho nada contra, mas que me soa engraçado...não posso negar.

Mudando de assunto...

Perto de onde trabalho existe um boteco de esquina. Aqueles botecão sujo mesmo, em que o cara comoca o Menu em uma lousa na calçada, com erros crassos tais como: "Servimos Porcões Quentes" "Filéte á Parmijiana" tipo, eu fico imaginando um porco grande e quente em cima daquela mesa de plástico...ou que diabos seria um Filéte?....
Quem vive perto desse tipo de local, sabe que abre cedo. Bem cedo. Passo lá e são 8 da matina, a biboca tá aberta. E o mais incrível: Tem tiozão tomando cerveja e comendo torresmo de café da manhã. Meu estômago embrulha. E fica tiozão lá o dia todo, sentado sozinho, ali, com a garrafa de Brahma esquentando na mesa. O tio dá um gole...olha pra frente...olha os carros passando...olha o passarinho no fio de alta tensão...fica lá...dá outro gole...relax total. Quando me aposentar talvez vire uma Véia de boca de boteco. Tudo a ver comigo.

Até mais.