30 de ago de 2004

R-E-S-P-E-C-T- Já dizia Aretha Franklin

Saindo do restaurante eu e minha mãe. Eu acendo me cigarro. Uma mesa com três caras ao meu lado. Eis que um idiota fala:

-Ooo gostosa!

Eu geralmente não me importo com esse tipo de coisa. Mas naquele momento me irritou profundamente. Eu me virei calmamente e disse:

-Seu cretino, tenha mais respeito, se não por mim, pela minha mãe... seu mané!


Odeio esse tipo de gente. E fiquei receosa que ele fosse me xingar, afinal mané é mané em todas situações. Mas o fedido ficou quieto.

Fodam-se os manés.
Fodam-se com um mastro bem grande enfiado no traseiro.