14 de mar de 2005

Money Talk

Vamos todos concordar: Não há nada mais insuportável do que sentar em uma mesa de bar e ouvir as pessoas falarem de dinheiro. Quanto fulano ganha, qual carro que o Zureulo tem, a casa de praia do Guebinha, o apartamento novo no Chifú e o que nós faríamos se ganhássemos mais dinheiro. CHEGA CHEGA CHEGA! Quanta falta de classe! Que assunto mais idiota. Eu sei que nesta cidade de merdica todo mundo dá uma importância enorme para a carteira e o que contém dentro dela (e não são aqueles cartões idiotas de mototáxi ou de conserto de carro).

Será que essas pessoas não entendem que é feio e muito chato comentar a sobre a grana dos outros? Foda-se, eu não quero dividir minha vida monetária com ninguém, a não ser o gerente do banco e olhe lá. Muito menos a vida monetária daqueles que eu conheço. E MENOS AINDA A VIDA MONETÁRIA DAS PESSOAS QUE NÃO SIGNIFICAM LHUFAS NA MINHA VIDA. Você que lê Caras e Contigo sabe do que estou falando.

Sentar em uma mesa de bar é para ser divertido. Falar do dinheiro dos outros e quanto a gente vive na merda não é divertido. Estamos entendidos?

Sábado fui ao clube. Sentei me na espreguiçadeira, embaixo do guarda sol, com meu bonezinho rosa, meu óculos escuros, meu cigarro, uma latinha de skol e um bom livro. Um sol gostoso, um belo dia. Eis que olhei para o horizonte e me deparo com nuvens negras, roxas e cinzas, vindo na minha direção. Não havia 20 minutos que eu estava ali sentadinha, a chuva começa, a povada correndo, tirando as crianças da piscina, socando as toalhas na bolsa, procurando o chinelo da vovó. Agora, durante a semana neste sertão fazenda/ campo de cana faz sol o dia todo, daquele que esquentam o cérebro, derretem seus órgãos e quase fritam o volante do carro. Agora por exemplo, 20 para as nove da noite, começou a chover. O dia todo fez sol. Entendam que, quando o sol nos é útil ele não aparece. Enfim.

E para quem vai, ou foi ou pensa em assistir o recém chegado filme Constantine, quero que vocês saibam algumas coisas antes disso:

Ele foi inspirado em um gibi. (Muito melhor do que o filme)

O personagem principal é inglês de Liverpool, e não americano de Los Angeles.(Muito melhor do que o filme)

Ele é loiro, e usa um sobretudo castanho(Muito melhor do que o filme)E Keanu Reeves...ahn...Não é um bom Constantine.
-____________________-
Por favor roteiristas e produtores americanos, parem de destruir as boas Graphic Novels que nos restam.