14 de mai de 2005

Polite as Polish

Existem pessoas. E pessoas. E outras pessoas. Apesar do difícil convívio e aceitação com várias delas, nós seguimos em frente, pois a não ser que você fique em casa trancado e só comendo jujubinhas de uva, você encontrará as pessoas.

Cada qual com o seu um, e com si só, e com os outros. Complicado quando você abomina tudo aquilo que determinada pessoa acredita piamente. Aí é preciso manter uma certa compostura com a tal pessoa, dependendo da sua índole e círculo de relacionamentos. Repito "pessoa" aqui quantas vezes eu quiser, já que escrevo não direcionando minha não aceitação a ninguém em específico. É uma idéia geral.

Situação hipócrita-hipotética:
Mesa (invariavelmente de bar) onde alguém comenta sobre determinada coisa. No caso aqui, sobre as forças dos anjos. Sim, aqueles assexuados alados que geralmente vagam por aí. Cada um de nós teria uma ave(??) dessas para si, nos protejendo, nos guiando ou simplesmente enchendo nosso divino saco. Ai seu um anjo me vier na calada da noite com uma flor e uma pomba branca, falando que vai colocar um filho em mim. Dá meda! mas voltando à mesa do bar, onde eu não sei se anjos também sobrevoam (espero que não) uma pessoa comenta o seu poder celestial. Eu, não acredito nisso. Não acho muito coerente acender uma vela as 10 horas da manhã de quarta feira, pois é nessa hora que o anjo HANMAHABAEL (ou sei lá o quem) está passando pelo sistema solar com suas asinhas cheias de penas brancas. Mas, eu direi para determinada pessoa: "Você me soa um tanto quanto imbecil"?. Posso dizer, mas eu não digo. Não digo por fatores maiores do que minha crença no nada. A pessoa não me agride dizendo esse tipo de coisa. Ela só me diz, eu ouço, eu deixo pra lá. Porque na minha concepção, por mais trouxa que ela me pareça, ela não fere minhas idéias. E a pessoa , é muito simpática, trata todo mundo bem, talvez por acreditar em anjos, e portanto, fico quieta, e olho para o meu copinho de cerveja, e imagino porque ele nunca faz espuma. Só.

Isso pode ser chamado de educação. Existem pessoas pelas quais eu não tenho o mínimo respeito, e aí sim, me vejo no direito em dizer "Você me soa um tanto quanto imbecil". Sem medo, sem receios. Mas por algumas, é preciso ser tolerante. E algumas pessoas, mesmo que acreditem que vacas podem voar, são simpáticas o suficiente para esquecermos suas tolices.

Mas que fique claro que são em raríssimas ocasiões em que eu realmente respeito alguém a ponto de desvencilhá-lo do meu julgamento maldoso. Que é muito maldoso, de verdade. E que me faz sentir mal, por ser tão maldoso e sem coração. Mas entenda, eu realmente tenho um problema com os anjos. Provavelmente é isso. O anjinho aqui comigo, caiu há muito tempo, e suas asas são negras como as de um corvo.