12 de abr de 2006

Muita Tosqueira pra Ver

Estava lá eu, sentada em meu sofá, comendo bifes de contra-filé quando liguei a TV. O PC lá de casa explodiu, portanto, sem DVD para assistir. E como eu odeio jantar sentada no sofá sozinha em silêncio, liguei a velha Gradiente 21 polegadas. Veja bem, não temos antena nem nada, portanto a TV sintoniza apenas três canais. MTV, Shoptime e um tal de NGC ou algo assim. Como shoptime não é uma companhia agradável e no NGC tinha uma vovó gorda ensinando receita de salpicão com uvas passas (enojante), o jeito foi colocar na MTV.
Ah, the horror, the horror.
O que há de errado com esse povo? Quem está por trás disso? Quem em sã consciência faz programas tão cretinos com apresentadores ruins? Tudo bem, estamos no Brasil, não podemos exigir muito do cérebro de "produtores televisivos" mas cacete, alguém devia perceber que há merda no ar.
Assisti o tal de Yo-Dog ou algo assim. Não entendi nada até agora. Me perguntei se estou velha demais para entender, ou se realmente a MTV virou canal para a molecada EMO-Fourteen Years old desse mundo. É a segunda opinião, só pode ser. Existe até um programa de "meninos VS meninas". Constrangedor! Os apresentadores Cazé e Marina fazem cara de "por favor atirem no meu cérebro" enquanto perguntam "Quem consegue comer mais brigadeiro em um minuto?". Argh!
Se bem que, vocês "hão" de concordar comigo: a MTV nunca prestou de verdade. Ela tem seus momentos, mas nunca uma massa verdadeiramente bacana de coisas.
Presta para ver clipes (raros bons).
Eu perdôo o Hermes e Renato. Esses eu perdôo mesmo.