15 de mai de 2006

Who watches the watchmen?

São em momentos como esse que me pergunto porque ainda existem direitos humanos. Neste momento me pergunto onde estão os paredões com homens de olhos vendados sendo metralhados sumariamente. Neste momento me pergunto porquê Stallone Cobra não é um personagem da vida real.

Neste momento queria saber porquê este país ainda mantém uma postura tão primitiva, imbecil, protecionista e populista. Me pergunto por onde anda a reforma do judiciário. Queria saber como neste país de merda é tão fácil ter celulares dentro das cadeias. E queria saber, e penso nisso todos os dias, desde sempre, porquê diabos fui nascer nessa porra de país de merda.

Proponho que,em um mundo ideal, haveriam justiceiros. Neste mundo de fantasias minhas,baseadas em filmes ruins, histórias em quadrinhos e seriados da Fox, haveria uma organização secreta, tão mais poderosa do que essa que hoje destrói São Paulo. Homens e mulheres armados até os dentes,especializados em artes marciais assassinas, em planos infalíveis, em investigações precisas, torturas estratégicas e frieza excessiva. Tudo pelo ideal de que criminoso vagabundo não é vítima da sociedade. Criminoso não merece piedade.

O mundo está desvirtuado e sim, eu acredito no poder da opressão. Agora ela é necessária.

Se eles atacam "full power" alguém deveria atacar também.
Minha ordem é atirar para matar.

Por Dirty Harry, como eu queria uma sniper.

E fodam-se vocês, seus hippies de merda. Vão abraçar um traficante.