23 de ago de 2006

A Resposta


Como eu estou em uma fase de manter o equilíbrio das coisas, vamos lá.
Depois de escrever aqui ações do tipo "estripar um vagabundo com talheres de plástico", notei que é preciso não somente oferecer atitudes violentas para acabar com as agressões diárias que sofremos neste país.

Eu venho aqui perante os senhores oferecer uma solução diferente, que pode funcionar, se corretamente aplicada.

"What you need is love" já diziam os inglesinhos.

Não amiguinhos, não vou pedir que abraçemos meliantes maloqueiros em presídios super-lotados e também não vou sugerir que vocês andem de mãos dadas com um psicopata traficante.
O que sugiro é muito simples, e é, inclusive, um teste para saber se você também pode vir a ser um psicopata.
Sugiro portanto que a imagem que vocês verão a seguir seja colocada em todos os ambientes onde hajam possíveis e/ou bandidos maloqueiros traficantes psicopatas.
Vamos à ela:



Sim. O que proponho para resolver nossos problemas é uma lavagem cerebral, um ataque de "fofura" massivo.
Diga-me se os olhos deste pequeno roedor não fazem você sorrir.
Diga-me se essas pequenas patinhas segurando o minúsculo grão de milho não tocam seu coração.

Os olhos! Os olhos enormes redondos, saltam da sórbitas pedindo seu amor.
Os bigodes que se movem fortuitamente em união com o focinho rosado.
Esta bolinha de pêlo e toda sua meiguice-ultra-mega-powerful-cute-fluffy-shubby-shubby-cutí-cúti pode sim mudar o mundo.
Neste instante, eu posso ouvir a voz do mamífero peludinho dizendo "Minha nocha, que coija mais goxtosa, nham nham, que delíxia, uinc uinc!" enquanto mastiga delicadamente o milho.
Imagine uma multidão de criminosos enfurnada em uma sala observando em repetição, slides de bichinhos fofos. Ouvindo canções suaves, de ninar. Aromaterapia com cheirinho de óleo Johnson&Johnson Baby.

Pandas, gatinhos, macaquinhos, coalas. Uma explosão de "tchuqui-tchuqui" por todos os lados.
Laranja Mecânica? Vamos chamar o procedimento de "Laranxinha Fofinha".