18 de abr de 2007

Pé pra fora

O Doda, meu colega blogueiro passou a bola pra eu fazer um post sobre os lugares que eu acho bacanas em São Paulo.

Quando eu estou afim de sair da minha toca, eu geralmente prefiro bares. Aprecio a arte de ficar horas comendo porcaria em companhia de amigos e de alguma bebida gelada. Vamos lá:

Drake's

O Drake's fica no Centro Cultural Brasileiro Britânico, na rua Ferreira Araújo, ali em Pinheiros. É um Pub pequeno, bem intimista com ótimas opções de cervejas inglesas e de outras partes da Europa. Se você der sorte, pode pegar uma banda de jazz. Se der um puta azar vai pegar alguma banda cover do Los Hermanos ou de rock clichê dos anos 60-70. Ligue antes e se informe. Se não tiver banda nenhuma, aproveite também, o som ambiente é baixinho e não incomoda. Adoro um lanche de bacon que tem lá, mas não me lembro o nome. Leia o cardápio e encontre, vale a pena.

Zur Alten Mühle

Ali na Rua Princesa Isabel,102, no Brooklin. Um restaurante- choperia originalmente alemão. O chopp é muito bem tirado e o Eisben - joelho de porco - uma perdição de bom. É um lugar escuro, com decoração poluída e mesas meio ensebadas. É cheio de alemães, falando alemão e até cachorros da raça Pastor Alemão circulam na porta. Uma doideira. Quando fui lá tinha uma foto do Tatu da Ilha da fantasia, em um porta retrato bem ao lado da minha mesa. Fiquei levemente emocionada. Depois que voltei (várias vezes) o Tatu não estava mais lá. Alguém deve ter roubado.

Bar Dois Irmãos

Lá no Campo Belo, não me lembro qual a rua, fica quase em frente a um Pão de Açúcar. O fato é que lá se encontra a chopeira mais antiga de São Paulo, que funciona desde a década de 20. Apesar de anciã, está funcionando que é uma beleza. Não comi nada, mas em compensação bebi uns 12 chopps em minha estadia. Recomendo passar no bar em um sábado ensolarado depois do almoço, sozinho ou com seus grandes amigos. Tem várias TV's, e passam jogos de futebol para os fãs da pelotinha.

The Wall

Fica no hotel Unique. Eu gosto mais do que o famoso Skye Bar lá em cima. O The Wall é mais quieto, tem um clima sóbrio e modernoso. Quando fui lá conheci um barman do Ceará que só tinha feito Bloody Mary nas aulas de barman. Me disse que é um drink fora de moda. Quando o assunto é drink, eu só bebo Bloody e Vodka Martini. Pedi pra ele me fazer um de cada. Ficaram ótimos, mas custam cerca de R$18,00. Portanto, prepare sua carteira. Recomendo pra levar seu paquerinha, botar uma banca. Ou se for sozinho mesmo, sei lá, a vida merece esses pequenos luxos. Mas beba drinks, a long neck custa R$8,00. Ui, não vale a pena!

Hi Pin Shan

Restaurante chinês em Perdizes, com filial na Vila Olímpia. Eu gosto muito de comida chinesa, mas está fora de moda, o povo prefere o “light saudável da japonesa”, por isso está difícil achar um bom que não seja quilão. A comida chinesa é maravilhosa, eu adoro as coisas agridoces, exóticas, com sabores fortes ou muito sutis. Este restaurante é famosinho e eu nunca soube onde ficava, até eu e meu consorte descobrirmos que fica a poucos quarteirões da casa dele. Semana retrasada estive lá e pedi um prato chamado “Chapéu de Ovo”. Delicioso. Nos dias frios, as sopas são maravilhosas, recomendo a sopa Wan Tun, que é um caldo repleto de “pequenos cometas recheados de porco com gengibre”. Tem site, e eles entregam em casa.

Baladinhas???

Eu adoro dançar, de verdade. Mas não tenho feito muito disso nos últimos tempos. E eu também não saio por aí pra catar homem na night, então estou enferrujada. Vou tentar me atualizar, estou trabalhando pra recuperar meu rebolado nas pistas. Sexta tem Louie Vega na Pacha (Pachat, whatever) a buatchi dos ricos e famosos. E eu vou lá, não porque sou rica e famosa, mas porque o Louie merece meu requebrado on the floor. Nunca fui lá, então depois eu faço um post procêis sobre o buraco, que eu sei, que fica onde o caralho perdeu as botas.


Minha toca, enfim...

Adoro meu apê, principalmente agora que ele está com móveis bonitos e começando a parecer um lar de verdade. Falando em casinha, eu sou Amélia mesmo, limpo, lavo, cozinho e acho o máximo. Adoro minha casa cheirosa, e adoro receber amigos. E agora que eu tenho mesa de jantar, vou preparar vários almoços, inventar pratos novos, passar tardes e tardes jogando videogame, tomando cerveja com o povo e dando risadas. Tem coisa melhor pra um dia friorento e nublado?

PS: É não recomendei pontos turísticos, museus ou coisas assim porque, bom, eu até faço programas culturais, mas ninguém me liga sexta a noite e diz "Ei, vamos na exposição X?".