12 de jul de 2007

Ao vinagrete

Em um bar "de espetinhos" qualquer, São Paulo, cerca de 23h. Sentada com um grupo de amigas, tomando chopp e rindo de besteira.

Eis que algum galanteador de plantão resolveu nos mandar um presente na mesa. Tem homem que manda drink, outros flores e até bilhetinhos. Mas esse não.

O sujeito nos mandou um prato com "espetos doces".
Que troço mais pobre.

Eu, que já estava alegre, olhei e disse alto "Poxa amigô, eu estou tomando chopp, manda uns espetinhos de lingüiça , um pãozinho de alho, hã? Pra acompanhar aqui. Faz o favor".

Tá eu sou chata, eu sei. Mas olha as coisas que acontecem comigo.

Espetinhos? Pqp.
PS: Este post foi sugestão de um amigo meu. Ontem eu contei a história pra ele, que disse "mas todos os dias da sua vida rendem um post, hein". Pois é Ruy, eles rendem.