3 de nov de 2008

Festinha imaginária

Faço festas pra mim mesma dentro da minha cabeça. Hoje resolvi que seria um dia "festa àrabe". Lá fui eu com meu vestido estampado de arabescos almoçar em um restaurante árabe perto de casa. Me entupi de fatouche e kibe cru, coalhada e tudo mais - uma delícia. Cheguei em casa e fiquei trabalhando enquanto ouvia Natasha Atlas.



Tem dias que eu passo maquiagem e coloco salto só pra ficar em casa. Faço uns drinks, ligo minhas músicas, danço sozinha na sala.
Eu sempre gosto de celebrar o fato de estar viva. Mesmo sem grana, mesmo cheia de dúvidas e medos.

Estou vivendo, e isso é o que me importa.